domingo, 30 de agosto de 2015

"Olhe bem as montanhas"

Sobe, desce, sobe, desce, sobe
Só-be, só de, só de morro... de sede!
Desce, sobe, desce, sobe, desce...
Se desse, bem se... denso o passo... penso:
"Que canseira, meu Deus!"
Mas o Horizonte continua Belo!




Olhe bem as montanhas

Um comentário: